03 outubro, 2015

Resenha: As Presas


TÍTULO: As Presas
TÍTULO ORIGINAL: The Prey
SÉRIE: A Caçada
VOLUME: 2
AUTOR(A): Andrew Fukuda
EDITORA: Intrínseca
PÁGINAS: 320
Minha avaliação: 


Com a morte pairando sobre suas cabeças, Gene e os outros humanos precisam encontrar uma forma de sobreviver na Vastidão, uma área desértica e isolada, por tempo o bastante para escaparem dos predadores sedentos de sangue que os caçam obstinadamente na noite. Conforme a tênue linha entre inimigos e aliados se torna cada vez mais indistinta, uma coisa fica absolutamente clara: se quiser sobreviver, Gene precisará confiar em alguém além dele mesmo. Andrew Fukuda oferece aos leitores uma sequência de desdobramentos tão tensos e aterrorizantes quanto o primeiro livro da trilogia.

Este é o segundo livro da trilogia A Caçada e eu estava super ansiosa para ler a continuação do primeiro. Um ponto negativo que ocorre neste livro, que eu inclusive destaquei na resenha do primeiro, é que o final é abruto demais e vou logo avisando que foi por isso que eu dei 4 estrelas para o livro. Em contra partida o livro tem ação do início ao fim o que certamente fez com que eu desse essas 4 estrelinhas :)

O primeiro livro deixa muitas perguntas sem resposta (como o que aconteceu com a Júlia Brasa? E com o cientista?) e nesta continuação muitas delas são explicadas. O que me deixou bem satisfeita.

Mas vamos ao enredo: Gene conseguiu fugir com os Epers do domo (Sissy, Epap, Jacob, Ben e David) e agora estão no barco que o cientista, que ele descobriu ser seu pai, deixou para que eles fossem à "terra prometida". A cada dia no barco os noturnos ficam mais sedentos e espertos o que leva à um momento cheio de tensão (não vou falar por causa de spoiler! kkkkk).

Quando finalmente eles chegam à terra de sol e frutas, leite e mel eles encontram uma vila repleta de humanos e é aí que as coisas começam a se desenrolar e elas não param de acontecer (como um novelo de lã que parece não ter fim).

Apesar de recuperarem a energia, o peso e a saúde na Missão (que é o nome da terra de sol e frutas, leite e mel) Gene e Sissy notaram que havia algo de muito errado por lá e a cada dia que passava essa desconfiança aumentava e mais dúvidas surgiam: de onde vinha tanta comida, para onde ia o trilho de trem, o que eram as marcas nos braços das meninas e, a principal pergunta de todas, se ali era a terra do leite e do mel, onde estava o Cientista?

Enfim, se vocês quiserem saber essas respostas vão ter que ler o livro, porque se eu continuar a falar escrever vou me empolgar e contar a história inteira hahaha.

Faz algum tempinho já que eu li As Presas e essa empolgação e ansiedade pelo próximo livro ainda não passou. Esse livro com certeza vale a pena ler!







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo