15 junho, 2015

Resenha: Cinder

TÍTULO: Cinder
TÍTULO ORIGINAL: Cinder
SÉRIE: As Crônicas Lunares
VOLUME: 1
AUTOR(A): Marissa Meyer
EDITORA: Rocco
PÁGINAS: 346
MINHA AVALIAÇÃO: 


Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.

Desde pequenos conhecemos a história da Cinderela, uma garota órfã que é maltratada pela madrasta e suas irmãs malvadas e quando vai ao baile, conhece o príncipe deixa o sapatinho e toda aquela balela de sempre.

Mas, com Cinder é um pouquinho diferente. O maior medo dela não é a sua madrasta, mas sim que descubram o seu segredo, ou, pior ainda, que ela seja contaminada pela terrível doença que assola Nova Pequim.

Enfim, você que está lendo a resenha aí do outro lado da telinha provavelmente não está entendendo nada: "Mas cadê a Cinderela que eu conheço???" Se você estava esperando uma história normal onde a Cinderela é a moça que perde o sapatinho e o príncipe a procura e eles vivem felizes para sempre, para de ler esta resenha imediatamente, este livro não é para você. 

O começo da história no geral é bem parecida com o do conto original que todos conhecem: Cinder mora com sua madrasta, Adri, e suas duas irmãs postiças, Pearl e Peony. É humilhada constantemente por elas. A história fica diferente no momento em que Cinder nos conta que ela é uma mecânica e uma ciborgue (um tipo de robô). Além disso uma terrível epidemia sem cura assola o país e o mundo: a Letumose. Essa doença ataca o povo cada vez mais, até mesmo o rei é a rainha já foram afetados. E também tem o povo Lunar (quem vive na lua) e sua rainha (Levana) que estão em constante conflito com a Terra. 

Resumindo: Cinder é a história de uma Cinderela super moderna e com um toque especial da autora.

A história é intrigante e não dá vontade de parar de ler, em nenhum momento fiquei entediada, mas acabei dando 4 estrelas à esse livro porque senti que faltava alguma coisa para a história ficar perfeita.

Com certeza fiquei surpresa com alguns acontecimentos que apareceram durante a trama e fico imaginando o que acontece no segundo volume, Scarlet.

Ainda não tinha lido um livro da autora e adorei o modo como ela intercala os pontos de vista fazendo com que saibamos não só o que está acontecendo com a personagem principal e o que está acontecendo no local onde ela está, mas como também o que acontece no palácio, por exemplo.

Cinder é uma daquelas personagens femininas que não consegui me irritar, em várias histórias ficava super brava com as atitudes das meninas em livros (como a Bella, Clary, America...) e fico muito feliz em constatar que Cinder é diferente e que não me irritei em nada com ela. 

Termino a resenha recomendando muito esse livro, estou morrendo de vontade de ler Scarlet, Cinder tem um final muito intrigante do tipo Insurgente, Cidade dos Ossos...








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo