10 março, 2015

FILMES indica O Grande Hotel Budapeste e Whiplash

Olá, pessoas!
 Sou colaboradora nova, bem-vindos ao meu primeiro post. Meu nome é Mariana, podem me chamar de Mari, ou de qualquer outro apelido. Vou estar aqui marcando presença no blog todas as terças-feiras com a indicação de um filme, ou dois, para vocês assistirem. Hoje eu trouxe dois filmes, porque é uma ocasião especião. Mentira, a desculpa é simples: eu assisti a maioria dos filmes que concorreram na categoria de "Melhor filme" no Oscar 2015 e gostei de praticamente todos. E para desmistificar a ideia que o Oscar só indica filme "chato", eu vou empurrar para vocês alguns filmes aí. E vocês vão gostar muito, sério.


Mas antes vamos nos conhecer, pra que a pressa? Sou Mari, tenho 18 anos e adoro assistir filmes. Se eu leio ou assisto série? Sempre que possível. (Fala a verdade, Mari.) Sempre que eu tenho coragem. O quarto livro de As crônicas de gelo e fogo está repousando ao lado da minha cama, e algumas raras vezes sai de lá. Sou apaixonada por chocolate, e morango com Nutella. Assisto milhões de vlogs, também. A gente pode se conhecer mais lá nos comentários, ou todas as terças nos meus posts novos. Terça feira tem post, não esqueçam!

O primeiro filme que eu trouxe para vocês é Whiplash – Em busca da perfeição.  A categoria do filme é drama, e mesmo quem não curte muito o estilo deveria dar uma chance para esse filme. A história é sobre Andrew Neyman, interpretado por Miles Teller, cujo sonho da sua vida é ser baterista de jazz, mas não qualquer baterista, um dos grandes. E ele vai fazer de tudo pra chegar lá, inclusive ter que enfrentar um professor durão, pronto para transformar a vida dele num inferno. O filme é bem mais centrado na relação do professor-aluno, do que as outras relações que são mais supervalorizadas na sinopse do filme, do que no próprio.

Por esse motivo eu não trouxe uma sinopse pronta para vocês, pois o que realmente se passa no filme, à primeira vista, não chega a ser tão extremista quanto a sinopse passa, mas ele é bem impactante, sim. Esse é o primeiro motivo para assistirem Whiplash – Em busca da perfeição.

Neyman quando é selecionado para fazer parte da orquestra principal, percebe que você não precisa só ser bom, você precisa manter-se muito bom. O professor Terence Flecher, interpretado por J. K. Simons, vai ser o responsável por essa manutenção da habilidade de Neyman. E se, por algum motivo extraordinário, você não se interessou pela história, a atuação absurda de J. K. Simons vai lhe prender no sofá. Foi simplesmente sensacional. A emoção que esse ator passou foi digno de ter ganhado o Oscar como Melhor Ator Coadjuvante.

"Não existem duas pavaras mais nocivas na lingua inglesa do que 'Bom trabalho'"


Eu curto um pouco de jazz, então gostei muito das músicas que tocaram durante o filme, mas acho que isso se estende a todas as pessoas que curtem música. Esse é o trailer:



Agora eu vou indicar um dos meus filmes preferidos, O Grande Hotel Budapeste. Sabe quando vocês assistem um filme meio sem saber onde estão pisando? Pois é, esse foi o meu primeiro contato com Hotel Budapeste. As informações que eu tinha dele era que ele um drama e uma comédia (pois é, né?). Eu nem esperava que ele fosse ser um futuro indicado, ou seja, dos que concorreram ao Oscar. Eu não esperava nada, na verdade.

O Grande Hotel Budapeste me encantou e me surpreendeu muito. Ele vai contar a história de dois personagens extremamente divertidos; Mr. Gustave, o gerente do Hotel Budapeste e Zero, o mensageiro do hotel, praticamente um faz-tudo. Eles são a dupla perfeita. Mr. Gustave, mantêm algumas relações com senhoras hóspedes do hotel. E uma dessas relações é o primórdio para as seqüentes aventuras absurdas da dupla.E uma das coisas que eu mais gostei nesse filme foi a forma inusitada da história se desenvolver.


"Nós estávamos no nosso próprio mundo... E estávamos profundamente apaixonados."

Com certeza, a fotografia do filme é o que mais chama atenção. É algo bem diferente e eu nunca tinha visto algo assim, inclusive foi um dos motivos para ter colocado outros filmes do diretor Wes Anderson na minha lista de filmes. A trilha sonora é muito bacana, mesmo. O cenário, figurino, deixam- nos apaixonados, o filme passa e você nem percebe.
  Esse é o trailer:



Isso é tudo. Eu espero que vocês curtam minha coluna. Curtam minha forma de escrever. Só pra vocês não esqueceram: Todas terças tem post!

Não vou garantir o horário, porque meus horários são meio bagunçados. Queria ter postado esse meio-dia. Mas toda quarta vocês podem vim aqui e já vai ter o post.
Assistam os filmes. Assistam outros filmes além desse – e me indiquem. Indiquem para os amigos. Porque todo mundo gosta de um bom filme.


Bjinhos e até o próximo post.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo