18 janeiro, 2015

Resenha: Garota Exemplar

TÍTULO: Garota Exemplar
TÍTULO ORIGINAL: Gone Girl
AUTOR(A): Gillian Flynn
EDITORA: Intrínseca
PÁGINAS: 448
Minha Avaliação:




Desde sua publicação, em 2012, Garota exemplar tornou-se sucesso de público e crítica, alcançando o topo das mais prestigiadas listas de mais vendidos ao redor do mundo e consagrando sua autora, Gillian Flynn, como a mais aclamada escritora de suspense da atualidade. Agora, a trama sobre o casamento que sai tragicamente dos eixos chega aos cinemas, numa superprodução da Twentieth Century Fox dirigida por David Fincher (A rede social e Clube da luta) e estrelada por Ben Affleck e Rosamund Pike. O roteiro é assinado pela própria Gillian Flynn.O livro começa no dia do quinto aniversário de casamento de Nick e Amy Dunne, quando a linda e inteligente esposa de Nick desaparece da casa deles às margens do rio Mississippi. Sinais indicam que se trata de um sequestro violento e Nick rapidamente se torna o principal suspeito. Sob pressão da polícia, da mídia e dos ferozmente amorosos pais de Amy, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamento inapropriado. Ele é evasivo e amargo mas seria um assassino? Ao mesmo tempo, passagensdo diário de Amy revelam um casamento tumultuado mas ela estaria contando toda a história?Alternando entre os pontos de vista de Nick e Amy, Flynn cria uma aura de dúvidas em que o cenário muda a cada capítulo. À medida que as revelações surgem, fica claro que, se existe alguma verdade nos discursos de Nick e Amy, ela é mais sombria, distorcida e assustadora do que podemos imaginar. Magistralmente bem construído do início ao fim, Garota exemplar é um daqueles livros impossíveis de largar e sobre o qual se quer debater assim que a leitura termina.

Confesso que estou meio sem palavras para falar sobre este livro. 

Garota Exemplar começa com Amy Elliot Dunne desaparecendo/sendo sequestrada/assassinada (ninguém sabe) em seu 5º aniversário de casamento. A narrativa é dividida em duas partes: O ponto de vista de Nick Dunne (marido de Amy) que nos mostra o que está acontecendo no momento presente. E entradas do diário de Amy que nos levam à uma viagem ao passado, nos mostrando como era o casamento e a vida dos dois personagens principais. Que não era tão saudável assim.

No começo da narrativa, os pontos de vista de Nick são, sem dúvida, cheios de detalhes (ás vezes até detalhes DEMAIS) o que deixa a narrativa arrastada e cansativa. Mas isso logo muda, nos deixando de queixo caído. 


Um fato super interessante desse livro é que durante as trocas de perspectiva, mudamos nosso pensamento sobre os personagens principais. Durante os capítulos de Nick, o casamento entre ele e Amy é descrito como frio, em decadência e até mesmo desmoronado. Já Amy relata um casamento com amor, união. E justamente por causa disso, em alguns momentos tenho certeza que Nick matou sua esposa, já em outros penso que Amy só quis dar uma de louca sumida e tenho certeza de que Nick é inocente, mas lá vem outro ponto de vista e quero estapear Nick novamente. E tal confusão fica ainda mais intensa com o virar de páginas, acrescentando prós e contras para Amy e Nick.


Além do romance e mistério, a autora ainda contrasta com fatos cotidianos, como quando ambos os PPs perdem seus empregos como escritores e tem de se mudar para cuidar para cuidar da mãe doente de Nick. 


O que tenho para falar dos personagens principais é basicamente uma palavra: malucos. Quanto mais fui conhecendo-os mais fui me centrando nesta palavra. Os dois são pessoas malucas, mas um tanto quanto geniais. Vamos falar a verdade: os dois se merecem.


Garota Exemplar foi o primeiro contato que tive com um livro da autora e fiquei muito empolgada com o modo de escrita, com o jeito com que foi descrito o casamento de Amy e Nick e como a autora fez deste livro que achei que era comum de suspense e mistério para um livro como o que acabei de ler.


• Adaptação Cinematográfica •

Como a maioria de vocês sabem, Garota Exemplar foi adaptado para as telonas. A estreia ocorreu no início de outubro do ano passado e teve críticas super positivas dos telespectadores. Eu mesma assisti o filme e posso dizer que é muito fiel ao livro. 

Amy Elliot Dunne é interpretada pela atriz Rosamund Pike, que na minha opinião representou nossa querida Amy muito bem.




Já Nick Dunne foi interpretado pelo ator Ben Afleck, outro ótimo ator que foi perfeito para o papel.


Confira o trailer abaixo:







Um comentário:

  1. Olá, Laura!
    Li esse livro quando uma amiga me emprestou. Simplesmente adorei! Tive as mesmas reações que você, uma hora ficava ao lado de Amy, depois ao lado de Nick... difícil acreditar que os dois contavam a mesma história de modo completamente diferentes!
    Quero ver o filme, ainda não tive essa oportunidade. Espero que seja mesmo bom!

    ResponderExcluir

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo