19 julho, 2014

Resenha: O Códex do Caçador de Sombras

TÍTULO: O Códex do Caçador de Sombras
TÍTULO ORIGINAL: The Shadowhunter's Codex
SÉRIE: Instrumentos Mortais
VOLUME: Peça adicional
AUTOR: Cassandra Clare e Joshua Lewis
EDITORA: Galera Record
PÁGINAS: 288
Minha Avaliação:



A Clave tem o prazer de anunciar a mais nova edição no mais antigo e famoso manual dos Nephilim: o Shadowhunters’ Codex. Desde o século XIII, o códex vem sendo o mais jovem amigo de todo Caçador de Sombras. Quando você está cercado por demônios, é muito fácil esquecer os pontos mais obscuros da linguagem demoníaca ou a maneira mais rápida de parar um ataque de demônios Raum. Com o códex, entretanto, você nunca vai precisar se preocupar.
Agora em sua vigésima sétima edição, o codex abrange tudo: a história e as leis do nosso mundo; como identificar, conviver com, ou se preciso, matar a maioria dos coloridos habitantes deste mundo; qual ponta da estela você deve usar para se marcar. Suas tentativas de matar um vampiro ou um feiticeiro não serão mais atrasadas por intermináveis perguntas de seus recrutas: O que é um Pyxis? Por que não usamos armas de fogo? Se não posso ver um símbolo de um feiticeiro, há alguma forma educada de perguntar a ele onde a marca está? Onde conseguimos toda nossa água benta? Apostilas de geografia, história, magia e zoologia, todas juntas em uma só, o codex está aí para ajudar novos Caçadores de Sombras a navegar no belo, às vezes brutal, mundo que habitamos.
E para ninguém dizer que a Clave está desatualizada, ou, como dizem os jovens Caçadores de Sombras, “careta”, essa nova versão do Codex estará disponível não só na versão com a ligação de pele de demônio fechada magicamente, mas, também, numa versão moderna, usando todas as mais novas e emocionante técnicas de impressão atuais, incluindo alguns novos recursos, como uma capa firme feita de tecido, um revestimento à prova de poeira e informações sobre título, autor, editora, e muito mais escritos na capa. Você vai gostar de saber que ela cabe perfeitamente na maioria das mochilas e, ao contrário das antigas edições, ela não desliga mais sistemas de segurança.
As antigas gravuras também foram substituídas: em vez delas, você vai encontrar pródigas ilustrações feitas por alguns dos mais brilhantes artistas. Criaturas, armas, pessoas e lugares foram cuidadosa e precisamente descritos por Rebecca Guay, Charles Vess, Jim Nelson, Theo Black, Elisabeth Alba e Cassandra Jean. Os capítulos são graciosamente introduzidos pelos desenhos de Michael Kaluta, e durante o resumo do clássico de 2.450 páginas, A História dos Nephilims, você vai encontrar uma seleção das melhores e mais adoráveis ilustrações do volume por John Dollar.
Essa edição do Codex estará disponível nas bibliotecas dos Institutos e onde os mundanos costumam chamar de “livrarias” em fevereiro/março de 2014.

O livro é realmente é muito bom. Nos mostra um os caçadores de sombras e todo seu mundo detalhadamente. Caso alguém tenha folheado o livro pôde ver que ele é cheio de anotações de Clary, Jace e Simon e estas anotações fazem com que o livro seja muito mais divertido do que seria sem elas. O livro também contêm alguns dos desenhos e esboços de Clary (temos desenhos de vários personagens).

O códex nos traz informações sobre a história dos caçadores de sombras, sobre os membros do submundo, sobre os acordos... enfim, tudo. E o que não é respondido no códex Clary menciona nas suas anotações. Adorei o livro.

Uma coisa meio confusa é o momento em que Clary ganha o Códex. Ela deixa claro logo no começo que o códex era dela mas agora está dando-o ao leitor. Quem já leu os outros livros da saga sabe que no último livro Clary ganha o códex de uma certa pessoa ashuashu, mas nas anotações os três agem como se Clary tivesse o códex antes do último livro da série o que é meio estranho. 

Como mencionei antes o livro nos mostra detalhadamente o mundo dos caçadores de sombras, isso é ao mesmo tempo uma qualidade e um defeito do Códex. Às vezes este detalhismo fica um pouco chato e cansativo, como por exemplo a parte da geografia contida no códex.

Beijos e abraços
Laura Guimarães






2 comentários:

  1. Olá Laura!!!
    Eu quero muito esse livro, é o único que falta para minha coleção de "Os Instrumentos Mortais". E essa capa? Esse livro é muito bonito.
    Abraços

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Para mim falta comprar O Cidade dos Anjos Caídos, Cidade de Vidro e Cidade das Almas Perdidas.
      Beijos

      Excluir

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo