13 julho, 2014

Resenha: Cidade do Fogo Celestial

TÍTULO: Cidade do Fogo Celestial
TÍTULO ORIGINAL: City of Heavenly Fire
SÉRIE: Os Instrumentos Mortais
VOLUME: 6
AUTOR: Cassandra Clare
EDITORA: Galera Record
PÁGINAS: 531
Minha Avaliação:



Escuridão retorna ao mundo dos Caçadores de Sombras. Enquanto seu povo se estilhaça, Clary, Jace, Simon e seus amigos devem se unir para lutar com o pior Nephilim que eles já encararam: o próprio irmão de Clary. Ninguém no mundo pode detê-lo — deve a jornada deles para outro mundo ser a resposta? Vidas serão perdidas, amor será sacrificado, e o mundo mudará no sexto e último capítulo da saga Os Instrumentos Mortais.

Assim como todos os outros livros da Cassandra Clare, este não foi diferente. Sensacional, maravilhoso, original, único, chocante... ainda não descrevem este livro. O livro me surpreendia a cada página e estas surpresas faziam com que eu nunca mais quisesse largar o livro. O único momento que tenho para criticar é o começo, acho que os começos são os únicos pontos fracos dos livros da Cassandra, mas este momento logo passa e o livro nos mostra a maravilha que ele é.

Sebastian está mais obcecado pelo poder do que nunca, além de estar mais malvado a ponto de matar qualquer um que esteja em seu caminho. Como foi escrito no livro anterior, Sebastian está formando um exército de Crepusculares- que são caçadores de sombras que foram transformados em demônios pelo Cálice Infernal.

Desde que Sebastian "surgiu" na história ele procura alguém para ele dividir o poder quando alcançá-lo e todo mundo sabe quem é esse alguém (Clary). Neste livro não é diferente. Sebastian usa até mesmo golpes um tanto baixos para que a garota fique ao seu lado.

Qualquer um que leu os livros anteriores sabe que os membros do submundo
(lobisomens, vampiros, feiticeiros e fadas) são aliados dos Nephilim na luta para matar Sebatian, mas vou logo avisando que nem tudo é o que parece. Muitos destes membros do submundo pensam em abandonar ou trair os caçadores de sombras se aliando à Sebastian para não morrerem e isto acaba acontecendo de fato-mas não vou falar quais membros do submundo fazem isso kkkkk.

O final é incrível, não esperava menos de Cassandra. E admito: caiu uma lágrima. Fiquei em choque com o que Cassandra inventou para o final de um personagem em especial. Com este final, nem um momento me decepcionei.

Beijos e abraços
Laura Guimarães






2 comentários:

  1. Cassandra tem um enoorme problema com os começos,são entediantes.Estou com medo de ler ele,já tenho ele em mãos,mas tenho muuito medo de ler e morrer todo mundo,de chorar,de os personagens que shippo não ficarem juntos,enfim...
    Ótima resenha.
    http://umlivroemummilhao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredite: você não vai se arrepender de ler!
      Beijos

      Excluir

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo