15 dezembro, 2017

Resenha: A Sereia





TÍTULO: A Sereia
TÍTULO ORIGINAL: The Siren
VOLUME: único
AUTOR: Kiera Cass
EDITORA: Seguinte
PÁGINAS: 328
Minha Avaliação: 



Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar — pois a voz da sereia é fatal —, logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.

Então pessoal, tudo bem com vocês? Hoje eu estou aqui para fazer mais uma resenha que é a resenha do livro A Sereia da Kiera Cass. 🐟

A Sereia conta a história da Kahlen que é uma menina que foi salva pela própria Água durante um naufrágio. E para pagar sua dívida (por ter sua vida salva), Kahlen tem que servir à água usando sua voz para atrair mais pessoas para se afogarem durante 100 anos. Tornando-se uma sereia e entrando para essa “irmandade”.
Imagem relacionada
80 nos se passaram e Kahlen teve de usar seu canto várias vezes durante esse tempo, mas ela sofre muito a cada vez que precisa usá-la - tanto que ela mantêm cadernetas para cada naufrágio onde anota um pouco sobre a vida de todas as pessoas que se afogaram- ela sente a dor das pessoas que ela mata.

A Kahlen mora com mais 3 sereias (Elizabeth, Miaka e Aisling) que acabam sendo suas irmãs. Cada uma diferente da outra esta equipe de sereias-irmãs funciona muito bem. No entanto, as 4 só podem realmente falar umas com as outras, porque se elas falarem em público, quem as ouvir vai para a água mais próxima se afogar... 😥

Eu as observava, maravilhada ao perceber que três pessoas tão diferentes fossem capaz de combinar tão bem.

A Kahlen está decidida a cumprir sua sentença o melhor possível (afinal faltam apenas 20 anos para que ela acabe), mas aí ela conhece o Akinli. 🙇

Carinhoso, gentil, engraçado, lindo... Akinli é tudo o que Kahlen sonhou em seu marido. Só tem alguns probleminhas: 1º) é contra as regras se apaixonar por um humano; 2º) se a água descobrir, Kahlen será obrigada a deixar Akinli para sempre ou pior, ele pode até morrer por causa disso.

Eu queria ser capaz de explicar de como a interrupção de uma vida plena era melhor do que o prolongamento de uma vida vazia.

E é por causa desse mesmo garoto que ela começa a imaginar e se eu pudesse me apaixonar por ele, e se ele for o amor da minha vida 💏, mas ainda faltam vinte anos para ela servir e ela começa a ficar muito confusa - ao mesmo tempo que a paixão por ele vai crescendo.

E toda a história, praticamente, vai girar em torno do romance da Kahlen com o Akinli. 😊

Resultado de imagem para a sereia kiera cass

Uma coisa muito interessante nesse livro é a 💦Água💦 que no livro inclusive é escrita com letra maiúscula; que é como uma divindade. As sereias podem se comunicar com ela, quando ela fica com fome ela mesma chama as sereias para cantar e tals. E a água pode sentir qualquer um que esteja em contato com ela, não necessariamente com o mar, mas por exemplo neve, uma neblina bem forte já é o suficiente.

Outra coisa bem bacana é toda a mágica que tem quando as sereias entram na água. Elas entram lá e conseguem respirar normalmente, elas podem nadar para qualquer lugar do mundo bem rápido e quando elas entram no mar o sal vai acumulando na pele delas formando esses vestidos 💃como esse da capa e quando elas voltam para a superfície, esses vestidos acabam virando sal de novo.

Enfim, o livro é muito fofo, mas ao mesmo tempo é mais que apenas um livro de romancezinho. Durante as 328 páginas podemos ver os personagens crescerem e superarem seus medos. Sinto muito por não ter uma sequência vindo por aí... um dos "fardos" do livro único 😢 haha. Com certeza recomendo! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com sabedoria. Sem xingamentos, respeitando a opinião do outro, caso ache no texto um erro de gramática é só avisar.
"A bondade é o princípio do tato, e o respeito pelos outros é a primeira condição para saber viver."- Henri Frédéric Amiel
Beijos

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo